Jornal Tijucas - Como usar máscara de proteção sem que as lentes dos óculos embacem

Como usar máscara de proteção sem que as lentes dos óculos embacem

Saúde -

Depois de sete dias sem colocar os pés para fora de casa, precisei ir ao supermercado hoje de manhã. Faltavam frutas, verduras, carne. E pela primeira vez desde o início da quarentena em São Paulo me preocupei em cobrir o rosto como medida de prevenção de contágio do coronavírus. Peguei um lenço grande, dobrei em duas partes, amarrei em dois pontos atrás da cabeça, na altura do nariz e na do pescoço. Ao colocar os óculos, a evidência: as lentes embaçaram.

Isso acontece porque o ar quente da respiração acaba escapando pela parte de cima do lenço e, ao encontrar a superfície fria da lente, a umidade se condensa. Nem mesmo as máscaras cirúrgicas, projetadas para isso, conseguem impedir completamente essa passagem de ar. No meu caso, optei por um lenço de tecido por recomendação do Ministério da Saúde, para que a população opte por soluções caseiras e deixe as máscaras cirúrgicas para uso profissional.

Segundo o Ministério da Saúde, pesquisas têm apontado que a utilização de máscaras caseiras impede a disseminação de gotículas expelidas do nariz ou da boca do usuário no ambiente, garantindo uma barreira física que vem auxiliando na mudança de comportamento da população e diminuição de casos. Os tecidos mais recomendados são aquele do saco de aspirador de pó, cotton (uma mistura de poliéster e algodão), algodão e fronhas de tecido antimicrobiano.

O site do Ministério da Saúde ensina até a costurar sua própria máscara em casa, com os tamanhos recomendados, mas não diz como lidar com os óculos. Esse é um incômodo que boa parte da população em quarentena deve estar passando. Segundo o IBGE, 35 milhões de brasileiros têm algum grau de deficiência visual, um problema que tende a se agravar.

Fato é que na minha ida ao supermercado fui tentando minimizar o problema de algumas maneiras. Na volta, pesquisei mais sobre o assunto. Descrevo abaixo algumas medidas que nós, portadores de miopia, hipermetropia e astigmatismo, podemos adotar. A boa notícia é que há, sim, como evitar que as lentes embacem. A má é que nenhuma medida é completamente eficaz.

Abra espaço na lateral da máscara

Essa foi minha atitude mais espontânea: afrouxar o nó da parte de baixo para que o ar escapasse por outras saídas que não fosse em direção às lentes dos óculos. A contraindicação é que isso diminui a área de vedação. O importante é lembrar que a principal função da máscara é evitar a troca de gotículas entre as pessoas. E que a medida é apenas complementar a outros hábitos de higiene, como lavar as mãos e evitar tocar o rosto.

Evite a umidade

No Japão, onde o uso de máscaras protetora é bastante disseminado, é costume colocar um pedaço de papel de seda dobrado embaixo da máscara. Isso ajuda a reduzir a umidade na região e evita que as lentes embacem tanto. A contraindicação: como você deve imaginar, é difícil manter o papel no lugar, o que pode levar o usuário a ajeitar a máscara constantemente e, portanto, tocar o rosto com frequência.

Prenda a máscara com um clipe

Nas máscaras cirúrgicas há uma espécie de haste flexível de metal por baixo do tecido que se molda ao formato do nariz. Um jeito de simular esse efeito seria colocar um pedaço de clipe de papel por fora do nariz, deixando a máscara mais colada ao rosto. Difícil também achar o ponto certo. E você ainda pode se machucar ao tentar ajeitar a proteção.

Mantenha as lentes limpas

Limpar as lentes com água e sabão forma uma espécie de película protetora, que ajuda a reduzir a condensação da umidade. O efeito é temporário, evidente. Alguns produtos ajudam a manter os óculos limpos. A Zeiss Screen Wipes é uma opção, e também serve para telas de aparelhos eletrônicos, como o celular.


Fonte: Com Agências