Jornal Tijucas - “Este vírus tira toda a vitalidade do corpo da gente”, diz advogada de Blumenau

“Este vírus tira toda a vitalidade do corpo da gente”, diz advogada de Blumenau

Últimas notícias -

“Este vírus dá muita fraqueza. Ele tira toda a vitalidade do corpo de gente. É como se ele aspirasse toda a nossa força e nos deixasse sem energia”. Assim a advogada de Blumenau, Rosane Maçaneiro, descreveu a sensação de ter contraído a Covid-19.

Ela ficou internada durante uma semana no Hospital Santa Isabel, em Blumenau, dois deles na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). Apesar de não ter sido entubada, ela precisou apenas de oxigênio para ajudar na respiração.

Advogada Rosane Maçaneiro começou a sentir sintomas depois que voltou de um evento em Fortaleza – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Agora ela está em casa, cumprindo a determinação médica de isolamento. Nesse período, ainda aguarda a chegada dos testes rápidos para confirmar que não está mais com o vírus. “Fui liberada do hospital. Domingo vai fazer 15 dias que estou em casa, em isolamento e me cuidando”, diz, esperançosa.

Quando começou

Rosane começou a sentir os primeiros sintomas quando retornou de uma Conferência da Mulher Advogada que ocorreu em Fortaleza, no começo de março. Do evento, ela foi para casa, em Florianópolis. Quando começou a sentir os primeiros sintomas decidiu procurar ajuda em Blumenau, onde também tem casa.

“Eu tinha febre, fraqueza física, tosse e uma leve dificuldade para respirar. E como tenho renite, é normal ter dificuldade para respirar, tanto que a médica que me atendeu disse eu poderia estar com H1N1. Ela me remédios e fui pra casa”, conta.

Ajuda de amigo

Um amigo a acompanhava à distância, em conversas pelas redes sociais. Inconformado que Rosane não melhorava, a orientou a voltar ao médico. Ao fazer um raio-x, constatou que os dois pulmões estava inflamados. Foi neste momento que foi internada.

No dia 22 de março teve a confirmação que era coronavírus. “Fiquei uma semana internada, dois dias na UTI. Não tomei nenhum destes remédios que estão falando. Como tinha tomado muito antibiótico, atacou meu fígado. Só usei, e ainda estou usado, remédio de asma, a bombinha”, diz.

Mesmo em casa, está aos poucos, retomando a rotina de trabalho.

Casos em Blumenau

De acordo com a última atualização feita pela Prefeitura de Blumenau, na noite desta quarta-feira (8), a cidade tinha 55 casos confirmados de coronavírus. Cinco deles encontravam-se hospitalizados, quatro em UTI e um em enfermaria.

Os outros 50 pacientes com testes positivos já passaram ou estão em isolamento domiciliar e com estado de saúde estável.


Fonte: Com Agências