Jornal Tijucas - Com BBB no topo, audiência do Globoplay cresce 46% após início da quarentena

Com BBB no topo, audiência do Globoplay cresce 46% após início da quarentena

Últimas notícias -

Maior crescimento foi do segmento infantil, que cresceu 486%; filmes, séries e novelas são destaque

Babu Santana fala sozinho sobre opções de voto
Babu Santana fala sozinho sobre opções de voto - Divulgação

Levantamento exclusivo solicitado ao Globoplay pela coluna aponta que o consumo dos programas da plataforma de streaming da Globo cresceu 46% na segunda quinzena de março, em relação à quinzena anterior.O maior crescimento foi no segmento infantil (486%), abastecido pelo canal Goob. Na categoria cinema houve um aumento de 165% em horas assistidas, e em séries, de 81%.

Mas o conteúdo mais consumido no período é o mesmo que vem batendo recordes na TV aberta: o BBB 20.Entre as séries mais vistas, destacam-se “Impuros” (série nacional, da FOX), “The Good Doctor”, “Arcanjo Renegado” (original do Globoplay), “Reinado”, “The Big Bang Theory”, “Um Contra Todos” (também nacional da FOX) e “Marielle, O Documentário” (recentemente lançada pela Globoplay).

Entre as novelas, estão as mais recentes, “Éramos Seis”, “Amor de Mãe” e “Salve-se Quem Puder”. Para além do fato de as pessoas estarem "presas" em casa, é preciso lembrar que o Globoplay abriu seu sinal a não assinantes durante a segunda quinzena de março, à qual o estudo se refere.

Rapahel Logam em cena da série "Impuros", da Fox
Rapahel Logam em cena da série "Impuros", da Fox - Divulgação

FIQUE EM CASA, MARCÃO

Marcão do Povo, um dos apresentadores do noticiário Primeiro Impacto, do SBT, foi suspenso pela direção da emissora e não tem data para voltar ao ar. Pegou muito mal uma sugestão sua ao presidente Jair Bolsonaro para confinar os infectados pela Covid-19 em “campo de concentração”.

Marcão do Povo apresenta o programa Primeiro Impacto
Marcão do Povo apresenta o programa Primeiro Impacto - Reprodução

AMAZÔNIA EM FOCO

Taís Araújo, Débora Falabella e Leandra Leal aparecem aí em cena gravada no Instituto Alana, ONG de verdade, que representa a ONG da série “Aruanas”, de Marcos Nisti e Stela Renner, da produtora Maria Farinha Filmes -que por sua vez é associada ao Alana.

Em dez episódios, o título chega à Globo no dia 23, terça-feira, com exibição semanal.  

EXTRA

Acompanhando a exibição de cada episódio de “Aruanas” na TV, a Globo vai publicar depoimentos de ativistas da vida real na plataforma REP - Repercutindo Histórias, veiculada em suas redes sociais. “Sempre fiquei ansiosa pela chegada da série na TV aberta. É um tema fundamental, que diz respeito a todos nós. Que bom que o público vai ter a chance de assistir 'Aruanas'’”, disse Taís Araújo.

Na série, Taís vive uma advogada, mesma profissão de Vitória, sua personagem em "Amor de Mãe", atualmente em recesso. Imagina-se que a novela não voltará ao ar antes da série acabar, contando dez semanas a partir do dia 23.

ESPERA

De formato nacional patenteado pela produtora Formata, “Fábrica de Casamentos” estava pronto para ganhar nova temporada de gravações quando a quarentena se impôs. Assim, a atração com Chris Flores e Carlos Bertolazzi será uma das primeiras produções a serem retomadas quando o isolamento acabar.


Fonte: Com Agências