Jornal Tijucas - Saque total do valor de contas do FGTS é apresentado no Senado

Saque total do valor de contas do FGTS é apresentado no Senado

Últimas notícias -

Desde o início do governo Bolsonaro, já foram liberadas três modalidades de saque do FGTS, como o objetivo de movimentar a economia.

saque-imediato e complementar, que tiveram fim em março, além do saque-aniversário, que é uma medida permanente, até então.

Propostas de saque

A primeira proposta é da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA). A parlamentar propõe que o empregado que perder a renda ou tiver o salário reduzido, possa fazer retiradas mensais do FGTS.

Esses valores de saque, segundo Gama, devem ser proporcionais ao salário que o trabalhador deixou de receber. Para a senadora, não é viável que o trabalhador pague o preço por algo fora de controle.

O segundo projeto é do senador Major Olímpio (PSL-SP). Ele sugere que o saque integral do FGTS seja liberado para os trabalhadores durante o período da pandemia.

De acordo com o parlamentar, a maior preocupação é com trabalhadores que recebem salários mais baixos e venham ter seus contratos suspensos.

“A conta do FGTS é do trabalhador e em especial neste momento, a utilização desde recurso que é justo e necessário. É uma emergência e servirá principalmente para continuar colocando comida na mesa destas famílias”, defendeu Olímpio.

Por fim, a última proposta é do senador Romário (Podemos-RJ). Ele apresenta medida com o intuito de impedir que trabalhadores que recebam até dois salários mínimos sejam demitidos.

Romário deu o nome do projeto de Lei de Garantia do Emprego. No texto, o parlamentar defende que o lucro não distribuído das operações do FGTS sejam pagos aos trabalhadores mais pobres. De acordo com o senador, esse valor chega a R$ 100 bilhões.

Saque-aniversário

Quanto ao saque-aniversário, o primeiro pagamento começa neste mês de abril. Aniversariantes de janeiro e fevereiro, que aderiram à modalidade, já podem sacar os recursos.

A modalidade garante que o trabalhador faça a retirada de uma parte do FGTS anualmente. Para aderir ao saque-aniversário, o trabalhador deve manifestar interesse até o último dia do mês que faz aniversário. Confira o calendário de pagamentos:

  • Nascidos em janeiro e fevereiro: saque de abril a junho de 2020;
  • Nascidos em março e abril: saque de maio a julho de 2020;
  • Nascidos em maio e junho: saque de junho a agosto de 2020;
  • Nascidos em julho: saque de julho a setembro de 2020;
  • Nascidos em agosto: saque de agosto a outubro de 2020;
  • Nascidos em setembro: saque de setembro a novembro de 2020;
  • Nascidos em outubro: saque de outubro a dezembro de 2020;
  • Nascidos em novembro: saque de novembro de 2020 a janeiro de 2021;
  • Nascidos em dezembro: saque de dezembro de 2020 a fevereiro de 2021.

Fonte: Com Agências