Jornal Tijucas - Cloroquina não é inócua?, diz Mandetta

Cloroquina não é inócua?, diz Mandetta

Últimas notícias -

 
 

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, esclareceu que o uso da cloroquina está nas mãos de cada médico que trata seu paciente. Mandetta lembrou que o uso da substância para o tratamento do coronavírus ainda não possui literatura científica suficiente que demonstre sua eficácia. Sabe-se porém, que há efeitos colaterais e que outros órgãos podem ser afetados. O uso do remédio deve ser estudado caso a caso e é recomendado aos médicos que peçam um termo de consentimento assinado pelo doente antes de sua administração.


Fonte: Com Agências