Jornal Tijucas - Embaixador da China conversa com Mandetta e fala em reforçar cooperação com Brasil 

Embaixador da China conversa com Mandetta e fala em reforçar cooperação com Brasil 

Últimas notícias -

Yang Wanming fala em compartilhar experiências no combate à Covid-19

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.
(Foto: Isac Nóbrega-PR)

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, publicou em uma rede social que conversou com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, por telefone, nesta terça-feira (7).

— Coincidimos em reforçar a cooperação bilateral, especialmente entre os dois ministérios da Saúde, para compartilhar experiências no combate à Covid-19, em prol do enfrentamento conjunto deste desafio global — escreveu Yang.

Nos últimos dias, a China foi alvo de ataques por parte do ministro da Educação, Abraham Weintraub, e do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que fizeram postagens em redes sociais acusando o país asiático de ser responsável pela epidemia de coronavírus e de obter vantagens com a crise.

Na noite do dia 18 de março, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, fez duras críticas ao deputado federal Eduardo Bolsonaro, após o filho do presidente, também em uma rede social, comparar a pandemia do coronavírus ao acidente nuclear de Tchernóbil, na Ucrânia, em 1986. As autoridades, à época submetidas a Moscou, ocultaram a dimensão dos danos e adotaram medidas de emergência que custaram milhares de vidas. "A culpa é da China [pela crise da Covid-19] e liberdade seria a solução."

O episódio gerou crise diplomática entre os países. Com a repercussão das respostas dos dois lados, o deputado federal afirmou no dia seguinte às declarações que jamais quis ofender o povo chinês e ressaltou que o embaixador chinês não refutou seus argumentos sobre o surgimento do coronavírus.


Fonte: Com Agências