Jornal Tijucas - Sem Mandetta, Ministério fala em iniciar a flexibilização do isolamento

Sem Mandetta, Ministério fala em iniciar a flexibilização do isolamento

Últimas notícias -

Estados e municípios receberam orientações para transitar do isolamento social ampliado para o isolamento social seletivo, onde a teoria da imunidade de rebanho será aplicada

 

Jornal GGN – Sem a presença do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, que pode ser demitido por Jair Bolsonaro ainda nesta segunda (6), o Ministério da Saúde já começa a falar em “flexibilização” das medidas de mitigação contra o coronavírus adotadas pelos estados.

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Oliveira, hoje o Ministério orientou os estados e municípios sobre a transição do “isolamento social ampliado”, como ocorre em São Paulo e Distrito Federal, para o “isolamento social seletivo”, onde a teoria da imunidade de rebanho será aplicada.

De acordo com Oliveira, no distanciamento social seletivo, “eu abro caminho para que a população jovem possa circular, se infectar e criar imunidade de rebanho”, uma “teoria razoável”.

“Não tem problema, desde que tenhamos leitos, respiradores e equipamentos de proteção suficientes para que os profissionais possam trabalhar com segurança. Bem como ter testes para que os profissionais de diversos setores da economia possam trabalhar com segurança e não infectar o consumidor”, defendeu.

Ele ressalvou que “o distanciamento social é fundamental para que o sistema de saúde se organize. O isolamento não é para impedir a transmissão. Equivoca-se quem acha que seja para isso. Agora, fazer uma transição direta, sem termos os condicionantes de saúde, como equipamentos de segurança, respiradores mecânicos, testes laboratoriais e leitos em quantitativo suficiente, é temerário.”

Ainda de acordo com o secretário, a pandemia não é igual em todos os estados e, por isso, não faz sentido que as medidas de mitigação adotadas em lugares com mais casos sejam aplicadas em todo o território nacional.

Leia também:  Amanhecer, por Edson Luiz André de Sousa

“Essa é a questão. Temos locais que precisam ter distanciamento implementado. Tem locais que precisam de estratégia diferenciada. Para isso, publicamos hoje um boletim epidemiológico explicando a diferença entre distanciamento social ampliado, distanciamento social seletivo e bloqueio total, que é o lockdown.”

Confira a partir dos 28 minutos:


Fonte: Com Agências