Jornal Tijucas - Ministro da Educação posta mensagem enigmática com referências à China

Ministro da Educação posta mensagem enigmática com referências à China

Últimas notícias -

Na manhã deste sábado (4.abr.2020), o ministro da Abraham Weintraub (Educação) publicou 1 tweet com uma mensagem enigmática fazendo referência ao personagem Cebolinha, da Turma da Mônica.

Ele citou termos como “geopolítica”, fez alusão à China (com a imagem da bandeira do país asiático). Além de recorrer ao vocabulário peculiar do personagem do autor Mauricio de Souza, em que tem como marca registrada a troca da consoante “r”pela “l”.

“Geopolíticamente, quem podeLá saiL foLtalecido, em teLmos Lelativos, dessa cLise mundial? PodeLia seL o Cebolinha? Quem são os aliados no BLasil do plano infalível do Cebolinha paLa dominaL o mundo? SeLia o Cascão ou há mais amiguinhos?.”

Consultada, a assessoria de imprensa do Ministério da Educação disse não irá se manifestar a respeito. “Trata-se de 1 posicionamento pessoal do ministro, não vamos emitir posicionamento.”

Em meados de março, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) provocou o início de uma crise diplomática entre o Brasil e a China. Ele escreveu: “Quem assistiu Chernobyl vai entender o que ocorreu. Substitua a usina nuclear pelo coronavírus e a ditadura soviética pela chinesa. […] +1 vez uma ditadura preferiu esconder algo grave a expor tendo desgaste, mas que salvaria inúmeras vidas. […] A culpa é da China e liberdade seria a solução”.

Por sua vez, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, afirmou que: “A parte chinesa repudia veementemente as palavras do deputado, e exige que as retire imediatamente e peça uma desculpa ao povo chinês”. O congressista voltou à tona em 1º de abril ao chamar o coronavírus de vírus chinês. Desta vez, o cônsul chinês no Rio, Li Yang, publicou artigo neste sábado (4.abr) no jornal O Globo se Eduardo Bolsonaro é tão “ingênuo e ignorante quanto parece”.


Fonte: Com Agências