Jornal Tijucas - Embaixada Chinesa volta a atacar soberania brasileira: “Corrijam imediatamente seus erros cometidos”

Embaixada Chinesa volta a atacar soberania brasileira: “Corrijam imediatamente seus erros cometidos”

Últimas notícias -

Mark Schiefelbein | AP

A Embaixada Chinesa voltou a atacar a soberania brasileira em uma nova série de tweets contra o posicionamento dos brasileiros que buscam responsabilizar a China por sua praga que causou uma pandemia que trouxe desgraças e prejuízos incalculáveis para o mundo inteiro.

Dessa vez, focando diretamente contra o Ministro da Educação, Abraham Weintraub, que recentemente fez um post sarcástico contra a China.

A série de tweets da embaixada fez graves críticas ao Ministro, inclusive classificando a atitude como “racista”, além de diversas outras exigências.

Nas mensagens, a China classificou as mensagens de Weintraub como “difamatórias” e de estar estigmatizando a China” ao associar a origem de sua praga ao próprio país.

Foi da China que surgiu a Covid-19, no epicentro conhecido como Wuhan, um local conhecido por ter vários “mercados de animais silvestres” para alimentação e coincidentemente laboratórios biológicos.

A China ainda classificou que as mensagens do Ministro possuem “cunho fortemente racista”, causando “influências negativas”, fazendo com que eles se manifestem forte indignação e repúdio.

Para piorar ainda mais o ataque à soberania brasileira, a China exigiu que os brasileiros “corrijam imediatamente a sua postura e “seus erros” e “parem com acusações infundadas contra a China”.


Fonte: Com Agências