Jornal Tijucas - Em troca de respiradores, Weintraub diz que pede desculpas à China: 'Digo que fui imbecil'

Em troca de respiradores, Weintraub diz que pede desculpas à China: 'Digo que fui imbecil'

Últimas notícias -

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, em entrevista à Rádio Bandeirantes, nesta segunda-feira (6), disse que pedirá "desculpas de joelhos" à China se o país asiático fornecer mil respiradores ao Brasil pelo preço de custo.
 (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
 
“Se eles venderem corretamente os mil respiradores, eu fico de joelhos em frente à embaixada, peço perdão e digo que fui um imbecil”, declarou Weintraub ao jornalista José Luiz Datena, no programa 90 minutos.
 
“Eu topo me humilhar para salvar a vida de brasileiros”, completou o ministro.
 
Weintraub ainda reforçou que só apagou a postagem devido a pedido de um amigo.
 
Para o ministro, o novo coronavírus surgiu de hábitos alimentares dos chineses, e eles deveriam ter alertado o mundo a produzir respiradores, mas preferiam lucrar. Para Weintraub, a China tem 60 mil respiradores e está fazendo leilão com os equipamentos.

Fonte: Com Agências