Uma frase, uma citação, dois links e o logotipo do G1. Numa publicação que tem sido partilhada nas redes sociais é anunciado que Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, decretou “feriado nacional nos próximos 7 dias”. A justificação para esta decisão vem logo a seguir: “Precisamos resguardar a saúde da população”, surge entre aspas, como sendo uma declaração, que apesar de não estar identificada, é associada ao presidente devido ao contexto do post.

Depois das frases surgem dois links: um que atribuiu à publicação a ligação ao “G1 – O portal de notícias da Globo” e outros que denuncia a verdade sobre este conteúdo. Sim, trata-se de uma informação falsa. Ao entrar no segundo link da descrição, o leitor é redirecionado para uma imagem do artista brasileiro Tiririca onde se pode ler “é mentira abestado!!!”

A plataforma brasileira de fact-checking Boatos.org  investigou se existia algum anúncio do governo brasileiro sobre os sete dias de feriado e, até ao momento, não há qualquer proposta nesse sentido. Devido à pandemia do COVID-19 e à semelhança de Portugal, no Brasil foram cancelados alguns eventos, assim como a atividade escolar em algumas cidades (Rio de Janeiro e Distrito Federal ). Foram anunciadas algumas medidas de prevenção que passam também pela recomendação à população brasileira para que evite grandes aglomerados. Em nenhuma das medidas são referidos os sete dias de feriado.

SEGUNDO OS RELATÓRIOS DA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE DE 13 DE MARÇO, NO BRASIL FORAM REGISTADOS 77 CASOS, MAIS 25 DO QUE NO DIA ANTERIOR. EM PORTUGAL O NÚMERO DE DOENTES INFETADOS COM CORONAVÍRUS ESTA NOS 41, SEGUNDO O MESMO RELATÓRIO.

Segundo os relatórios da Organização Mundial de Saúde de 13 de março, no Brasil foram registados 77 casos, mais 25 do que no dia anterior. Em Portugal o número de doentes infetados com coronavírus esta nos 41, segundo o mesmo relatório. São vários os países que estão a adotar medidas de prevenção para conter a propagação deste vírus. Em Itália  as medidas de prevenção foram estendidas a todo o país e nos Estados Unidos Donald Trump baniu as viagens para a Europa, à exceção do Reino Unido.

A utilização da imagem do Tiririca tem-se tornado muito popular no Brasil e as histórias falsa rapidamente se espalham até Portugal. As publicações consistem numa declaração falsa que é partilhada com uma ligação ao G1 – que pretende dar credibilidade à informação falsa – e com o link para a imagem do artista brasileiro. Ao entrar no link do portal de notícias, o utilizador não irá encontrar o artigo sobre o tema e só quando acede ao segundo link é que percebe tratar-se de uma mentira.