Jornal Tijucas - 'Fina Estampa': Como 'Hoje é dia de rock, bebê' virou bordão da vilã

'Fina Estampa': Como 'Hoje é dia de rock, bebê' virou bordão da vilã

Últimas notícias -

No Rock in Rio 2011, Christiane Torloni soltou uma frase icônica, que foi para na novela das 21h - Reprodução/YouTube
 
No Rock in Rio 2011, Christiane Torloni soltou uma frase icônica, que foi para na novela das 21hImagem: Reprodução/YouTube

Com a reprise de "Fina Estampa", já deu para perceber que a vilã Tereza Cristina (Christiane Torloni) não é uma pessoa muito equilibrada —spoiler: ela só piora daqui para frente. Mas existe um outro elemento que marcou a personagem na exibição original e que ainda não foi mostrado para os novos fãs trama: como um bordão, ela terminava várias de suas frases na novela com "bebê". Sabe, bebê?

Se você acha que isso tem algo a ver com o icônico momento de Christiane durante o Rock in Rio 2011, sim, você está absolutamente certo.

Para quem não se lembra, a intérpreta vilã foi entrevistada nos bastidores do festival de música e disparou a frase "Hoje é dia de rock, bebê". O momento viralizou nas redes, virando um meme quase instantâneo e que repercute até hoje.

A atriz teve medo que a situação tivesse uma repercussão negativa, mas acabou se animando com os comentários nas redes. Assim, ela e o autor da novela, Aguinaldo Silva, fizeram do limão, uma limonada.

"Eu chamo todo mundo de bebê, de criança. Para não invadir o meu espaço, usava baby nas falas da Tereza Cristina. Depois da entrevista, passou a vir no texto: 'É hora de cantar para subir bebê', 'Hora de rolar da escada, bebê", contou ela na época ao jornal "O Globo".

Realmente, "bebê" se tornou uma palavra indispensável no vocabulário de Tereza Cristina, que ela usava nos momentos mais bizarros, como quando ela bradou contra Griselda (Lilia Cabral): "Queima, bebê!". O bordão, porém, acabou combinando bem com o estilo espalhafatoso e surtado de Tereza Cristina, que virou um dos marcos na carreira de Christiane.

A novela acabou potencializando o meme. "Aquela sou eu! Sou eu e ponto. Claro que não vou chamar o Sarney de bebê no Congresso. Mas era Rock in Rio. Então hoje é dia de rock, bebê", disse ela também ao jornal "O Globo".

E se "Fina Estampa" ensinou uma coisa, foi que para Tereza Cristina todo dia era mesmo dia de rock, bebê.


Fonte: Com Agências