Jornal Tijucas - Mourão contesta Bolsonaro e sugere isolamento social contra pandemia

Mourão contesta Bolsonaro e sugere isolamento social contra pandemia

Últimas notícias -

Depois de ter convocado uma coletiva e não ter aparecido, o vice-presidente disse que a posição oficial do governo é o isolamento social e que Bolsonaro se expressou malCada vez mais isolado, depois de ser criticado por quase todos os governadores, Jair Bolsonaro foi desautorizado pelo vice-presidente, Hamilton Mourão, que defendeu o isolamento social no combate à pandemia de coronavírus.

A jornalista Daniela Lima, da CNN, informou que Mourão disse que a posição oficial do governo é o isolamento social e que Bolsonaro se expressou mal.

"A posição do governo por enquanto é uma só, a posição do governo é o isolamento e o distanciamento social. Está sendo discutido e ontem o presidente buscou colocar, pode ser que tenha se expressado de uma forma que não foi a melhor, mas o que ele buscou colocar é a preocupação que todos nós temos com a segunda onda. Temos a primeira onda, que é a saúde, e a segunda que é a questão econômica", disse Mourão em reunião sobre coronavírus para a região amazônica.

"Existe uma discussão no mundo entre o isolamento horizontal e o isolamento vertical que são pessoas que pertenceM ao grupo de risco e as que têm convívio com elas. A minha visão por enquanto é que temos que terminar esse período que estamos em isolamento para que haja calibragem da forma como está avançando a epidemia no país e, a partir daí, se possa gradativamente ir liberando as pessoas dentro de atividades essenciais para que a vida vegetativa do país prossiga", continuou, segundo reportagem do Globo.

Antes da declaração, Mourão havia convocado uma coletiva de imprensa e, depois de 36 profissionais de imprensa reunidos, não apareceu, avisando que daria declarações via conferência.


Fonte: Com Agências